Catarina Rebelo

Catarina Rebelo iniciou os seus estudos musicais aos 15 anos na Academia e Escola Profissional de Música de Espinho, nas classes dos professores Manuel Moura e Luís Carvalho. Ingressa em 2002 na Universidade de Aveiro, na classe de Luís Silva, onde conclui o 5° ano de Licenciatura em Ensino de Música em Clarinete. No ano letivo 2008/2009 realizou Pós-graduação em Clarinete na Escola Superior de Música de Catalunha (Barcelona), na classe do Professor Josep Fuster.

Participou em diversos concursos nacionais e internacionais a solo, Orquestra, Banda Sinfónica e Música de Câmara destacando-se: 3º Prémio de Jovens Músicos da RDP em 2001, Certamen Internacional de Bandas de Música de Valência 2º Prémio em 2002 e 3º Premio em 2005, 1º Prémio na Secção Sinfónica em Altea (Espanha), 1º prémio no concurso de Bandas em Sénia, Espanha em 2008; 3º e 2˚ Prémio no Concurso de clarinete “Terras de La Sallete” em 2006 e 2007 e semifinalista do Concurso de Clarinete Prémio Jovens Músicos em RDP 2007.

Ao longo da sua formação participou em diversos cursos de aperfeiçoamento com professores de renome tais como Manuel Moura, Luís Carvalho, António Saiote, Nuno Pinto, Carlos Alves, António Rosa, Iva Barbosa, Josep Fuster (Espanha), Alain Damiens (França), Thomas Friedli (Suiça), Enrique Pérez Piquer (Espanha), Claude Faucomprez (França), Juan Ferrer (Espanha), Wolfgang Meyer (Alemanha), Venancio Rius Martí (Espanha).

Em Orquestra, trabalhou com vários maestros de renome tais como com os maestros Ernest Schell, Miguel Moreno Guna, Jan Van der Roost, José Pascual Vilaplana, Jan Cober, Brian Schembri, Lourenzo Della Fonte, Alex Schillings, Douglas Bostock, Dário Sotelo, Eugene Corporon, Paulo Martins, Osvaldo Ferreira, Vasco Negreiros, Cesário Costa, Carlos Pires Marques, Luís Carvalho, Francisco Ferreira, António Lourenço, Fernando Marinho, António Saiote. Tocou a Solo com a Orquestra Sinfónica de Jovens de Santa Maria da Feira, interpretando o Concerto op. 5 para clarinete e orquestra de Bernhard-Henrik Crussel e o Concerto para clarinete e orquestra de Jean Françaix.

Foi reforço da Orquestra Filarmonia das Beiras, Banda Sinfónica da Bairrada e Banda Sinfónica Portuguesa.

Apresenta-se regularmente em concertos de música de câmara em Trio de clarinete, violoncelo e piano, quinteto de sopros, quarteto de clarinetes, duo de clarinete e piano, entre outros, e concertos de Orquestra e Banda Sinfónica com quem tem desenvolvido uma intensa atividade musical.

Orienta regularmente Cursos de Aperfeiçoamento em Portugal. Atualmente, é primeiro clarinete solista da Orquestra e Banda Sinfónica de Santa Maria da Feira. Leciona no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga. É mentora dos projetos Festival de Clarinetes do Norte Alentejano, Festival de Clarinetes de Braga, do projeto e do Concurso Interno de Clarinetes do CMCGB. É coordenadora artística da Orquestra e Banda Sinfónica de Santa Maria da Feira desde Maio de 2016. É artista D’Addario e artista Yamaha e toca com Clarinetes CSG da Yamaha desde 2008.

Catarina Rebelo Utiliza

Clarinete em Sib Yamaha YCL-CSGIII
Clarinete em Lá Yamaha YCL-CSG-AIII
Clarinete em Mib Yamaha YCL-881

Siga-nos nas nossas redes sociais