Quando tudo é perfeito... é mais fácil!

Perfection makes practice... easy

Praticar nunca foi tão bom

Tornar-se um bom baterista é algo que exige prática e dedicação durante horas e horas sem fim. Tendo isso em mente, nós, na Yamaha, criámos as baterias DTX, e conseguimos que a prática deste instrumento se tornasse mais divertida, porque nos fixámos em dar aos pads das baterias DTX algo que simplesmente fizesse com que os bateristas sentissem prazer ao tocar. Assim, a pele ou membrana dos pads das baterias DTX é constituída por bolhas de ar, dispostas criteriosamente segundo o seu tamanho e densidade, de modo a proporcionarem uma sensação que seduz realmente os bateristas, incentivando-os a tocar. Estas bolhas servem igualmente de almofada amortecedora quando a bateria é percutida, o que permite tocar durante períodos de tempo prolongados, sem a precocupação de estar a prejudicar os braços ou os pulsos. Em suma, os pads das baterias DTX permitem praticar e tocar mais, tirando partido das vantagens de uma bateria que proporciona uma sensação realmente extraordinária.

A qualquer hora, em qualquer lugar

Para muitos bateristas, não é fácil arranjar uma hora e um lugar para tocar. Cientes desse facto, desenhámos os pads das baterias DTX de modo que, ao tocar, fossem muito mais silenciosos do que quaisquer outros pads de outra bateria electrónica, dando-lhe assim a oportunidade de tocar quando e onde mais gostar.

Actualize o seu conjunto de bateria – actualize as suas execuções

To enjoy this site, you will need to download Adobe Flash Player 10 or above and to enable JavaScript.

Muitos bateristas preocupam-se com a ideia de que tocar numa bateria electrónica pode dificultar uma eventual mudança para uma bateria acústica. Para termos a certeza de que isso não constitui problema, os pads das baterias DTX permitem tocar, logo de início, como se fosse numa bateria acústica. As bolhas de ar da pele ou membrana conferem aos pads propriamente ditos uma sensação fantástica e permitem um controlo extraordinário das baquetas. Deste modo, ao tocar, terá uma sensação uniforme, que se transmite a todo o conjunto e que se traduz facilmente numa melhor execução.

Não se limite a tomar à letra aquilo que dizemos

É óbvio que gostamos dos pads das baterias DTX — fomos nós que os fizémos! Mas não somos os únicos a ficar maravilhados com estes fantásticos pads. Pedimos a alguns dos melhores bateristas mundiais que fizessem a experiência. Ora veja o que eles pensaram e comentaram.

Akira Jimbo

«Um produto revolucionário!»
«Não tem nada que ver com o stress que às vezes sentimos ao mudar de uma bateria acústica para uma electrónica – este é um produto verdadeiramente revolucionário para os bateristas!»

Tony Verderosa

«Muito interessante.»
«Muito interessante! Tocar numa bateria DTX é para mim uma experiência idêntica à de tocar num conjunto acústico. E quanto mais me concentro na membrana – mais consigo tirar partido dela, o que é realmente pouco comum nas baterias electrónicas.»

Teddy Campbell

«É uma loucura!»
«A DTX revolucionou as baterias electrónicas. A sensação e a qualidade do som, mesmo ali na tua cara, é do melhor que já experimentei.»

Gorden Campbell

«Os pads das baterias DTX dão-me vontade de tocar!»
«Os pads das baterias electrónicas DTX dão-me vontade de tocar! Adoro-os. Para mim, como baterista, gosto de sentir os pads das baterias electrónicas como se fossem de verdadeiras baterias acústicas. Estes dão uma sensação natural e transmitem grande conforto ao tocar. Fazem com que eu não queira parar de tocar!»

Chris Hesse (Hoobastank)

«Eu gosto destes pads!»
«Com estes pads posso tocar com a mesma força com que tocaria na minha bateria acústica, sem sentir qualquer diferença!»

Chad Wright

"Amazing!"
«Incrível!»
«Já toquei em todos os conjuntos de baterias electrónicas que existem, e acho que este é absolutamente o melhor de todos! A sensação ao tocar é totalmente natural!»

Chaun Horton

«Hilariante!»
«Esta bateria é hilariante! E posso chamar-lhe de facto "bateria", porque a sensação é exactamente a mesma do que tocar numa bateria acústica. Acho que usaria uma destas num concerto.»

Chris Bailey

«É uma sensação fantástica!»
«Para mim, a maior surpresa é a resposta da pele, porque as baterias electrónicas mais antigas eram realmente difíceis de tocar. Estas são realmente boas – exactamente aquilo de que eu andava à procura.»

Felix Pollard

«Do melhor!»
«Os sons são realmente do melhor. A sensação de tocar nesta bateria electrónica DTX é de facto muito boa. Uma das coisas que eu notei é a óptima resposta da baqueta no pad."

Jimmy Branly

«Grandes progressos!»
«É fantástico! A sensação é... Uau! Se fechar os olhos, é mesmo incrível! É de facto uma melhoria muito, muito grande.»

Ralph Humphrey

«É muito bom!»
«Os pads desta bateria têm uma enorme sensibilidade e a sensação ao tocar é excelente. Além disso, são muito mais silenciosos do que os pads de borracha ou tecido normais.»

  • Akira Jimbo

  • Tony Verderosa

  • Teddy Campbell

  • Gorden Campbell

  • Chris Hesse (Hoobastank)

  • Chad Wright

  • Chaun Horton

  • Chris Bailey

  • Felix Pollard

  • Jimmy Branly

  • Ralph Humphrey