O Porto Drum Show ’19 foi brutal!

Yamaha @ Porto Drum Show ‘19

“O MAIOR DRUM SHOW DO PAÍS VOLTOU... E DE QUE MANEIRA!!! Se dúvidas haviam sobre este grande projeto de dinamização cultural e musical nacional, os resultados obtidos na segunda edição provam a magnitude de um trabalho de todos para todos!!!”. É assim que Hugo Danin, diretor artístico do Porto Drum Show, resume aquela que foi a segunda edição do Porto Drum Show que se realizou no dia 14 de Abril de 2019 no Cace Cultural do Porto.

Segundo a organização que esperava a visita de 600 pessoas, o número foi claramente ultrapassado. Com atividades durante todo o dia, o CACE Cultural do Porto esteve sempre repelo de bateristas, curiosos e/ou simplesmente amantes de música.

A agenda, com momentos de interesse diversificados, garantiu que este evento tivesse a capacidade de ir além da comunidade de bateristas e, assim, garantir o sucesso absoluto.

O dia começou bem cedo com a sala “Education Zone” esgotada para assistir à demo do EAD-10 com Jairo Ubiaño, especialista de produto da Yamaha Drums. O EAD-10 voltou a ser, sem margem para dúvidas, o produto estrela do evento e suscitou enorme curiosidade e admiração de todos os que assistiram à demo.

No stand da Yamaha era possível encontrar algumas das novidades mais aguardadas: o novo hardware “CrossTown” HW-3 que não deixou ninguém indiferente pela leveza e robustez, a nova bateria digital DTX482K, os novos pratos da Paiste das séries 602 e Master, além de alguns produtos já bem conhecidos do mercado, como são os casos da bateria Tour Custom e da Stage Custom Birch com uma configuração muito especial, a BeBop. Foram vários os bateristas e artistas Yamaha que passaram pelo stand da Yamaha, dos quais destacamos: João Cunha, Eron Gabriel e Tó Oliveira.

A subida ao palco, já bem no final da tarde, do baterista britânico Richard Spaven (José James, The Cinematic Orchestra) era um dos momentos mais aguardados do dia. O Richard Spaven brindou-nos com uma performance épica, que arrancou muitos aplausos da plateia, e onde o artista mostrou os seus dotes aos comandos de uma bateria Yamaha Absolute Hybrid Maple.

Para terminar em festa, foi ainda sorteado pelos presentes um fabuloso módulo EAD-10 que foi parar direitinho às mãos do jovem baterista João Maurício, que nos confidenciou que lhe irá dar muito uso, agora que está a estudar produção em Inglaterra.

Feito o balanço final, fica a promessa de que o Porto Drum Show estará de regresso em 2020.

Siga-nos nas nossas redes sociais: