Site Comemorativo do 35º Aniversário do Clavinova

O primeiro Clavinova foi lançado em 1983 e com ele um teclado revolucionário, o ME. Pela primeira vez era possível ter toda a expressividade e força de uma piano de cauda num instrumento electrónico. Desde que nasceu, o Clavinova tornou possível recriar a sensação e o som de um piano de cauda em todo o seu esplendor.

O catálogo de 1980 apresentava a imagem de Stanislav Bunin, o jovem pianista que deslumbrou o mundo ao vencer o Concurso Internacional Chopin de Piano com 19 anos em 1985.

Em 1992, surgia na capa do catálogo uma partitura manuscrita de "Misty Lake Louise", uma obra-prima do pianista Yuki Kuramoto, que ajudou a desenvolver e promover o Clavinova. "Misty Lake Louise" foi utilizada também como música de demonstração em vários modelos, e era uma das preferidas dos usuários do Clavinova.

O primeiro modelo em branco foi apresentado em 1991, juntando-se aos acabamentos já existentes: Preto e Madeira. O modelo que surgia na capa era o CVP-75WH.

O anúncio e o catálogo foram criados sob a direção de Yozo Nakamori, usando ilustrações de "The Birds of America".

Parte do texto do catálogo é mostrado abaixo.

"Por dentro do som" (mori-no-oto e)
A floresta está cheia de todos os tipos de sons – o chilrear dos pássaros, o correr de um ribeiro e o vento a cantar nas árvores. Por vezes, estes sons ecoam em harmonia, ou formam um conjunto criando uma sensação singular que percebemos como música. É muito provável que algumas das obras escritas por grandes compositores tenham nascido dessas melodias criadas pela natureza. O prazer do som é fundamental na música! O Clavinova permite tocar e utilizar sons de vários instrumentos, mas com as técnicas do piano com o qual está familiarizado. As maravilhas da tecnologia criaram novas formas de apreciar o som. Podemos até dizer que criámos uma floresta colorida de sons maravilhosos... esta é a verdadeira essência do Clavinova.

Na sequência de "The Birds of America", este foi o segundo catálogo criado sob a direção de Yozo Nakamori, e apresentava um visual moderno, bonito e refinado, baseado no tema "uma floresta de sons e pássaros". Tal como no catálogo anterior, também foi um sucesso e desempenhou um papel crucial na introdução do Clavinova como um "novo e autêntico" instrumento de alta qualidade.

O último catálogo da série "Clavinova Forest" surgiu em 1994. Ao longo desta série de catálogos com a floresta como principal tema, procuramos transmitir consistentemente a ideia de que, apesar de o Clavinova ser um piano digital, tinha dentro de si o calor da natureza, oferecendo uma experiência muito próxima de um piano acústico.

O catálogo da série CVP de 1996 retratava uma fada Clavinova na capa que simbolizava "o prazer da música e a diversão de tocar". O CVP incluía uma enorme variedade de funções, muito para além do que era normal, como por exemplo os acompanhamentos automáticos.

Por volta do ano 2000, a forma da estante de pauta do Clavinova foi padronizada de forma a se assemelhar à de um piano de cauda. Esta forma icónica também se tornou o símbolo do Clavinova e foi imagem de marca por mais de 10 anos.

Em 2005 surgiu um Clavinova com um design completamente revolucionário. Com um foco no design de interiores, esta imagem compacta e elegante criou uma diferenciação audaz em relação a um piano tradicional. Este design só foi possível num piano digital, uma vez que o design tradicional das cordas e martelos dos instrumentos acústicos nunca poderia ser tão compacto. Este modelo é comercializado agora como série MODUS.

Desenhado por Nobumasa Tanaka do Laboratório de Design da Yamaha, o logótipo do Clavinova permaneceu inalterado desde 1983. Além do logótipo, Tanaka esteve envolvido no design do Clavinova (YP-30/40), e não se poupou a esforços para criar uma identidade lógica e consistente para a marca Clavinova – tanto no que respeita ao design de produto como de logótipo.

O logotipo foi desenhado tendo como principal preocupação "não ser demasiado tradicional nem demasiado moderno, mas antes familiar – um logótipo clássico capaz de perdurar no tempo". Incorpora os elementos-chave do Clavinova: estilo, autenticidade, família, música e ritmo.

O logótipo do Clavinova continua, mesmo 35 anos após a sua criação, a ser muito apreciado – como uma criação intemporal que nunca passa de moda.

O que dizem sobre o Clavinova

Cronologia do Clavinova

Desde 1983 até hoje

Modelos atuais

Série CLP

A série CLP capta a alma de um instrumento notável num piano digital e oferece o desempenho incomparável de um piano de cauda num ambiente mais intimista. Capaz de nos transportar a níveis únicos de inspiração.

Série CSP

A nova série CSP oferece a possibilidade de tocar as suas músicas preferidas, com recurso às ultimas tecnologias e funções inteligentes, tocar vai ser um sonho tornado realidade - A minha música. O meu piano. À minha maneira.

Série CVP

Um verdadeiro camaleão! A série CVP pode assumir uma grande variedade de papéis: num momento é um belo piano de concerto, noutro é um expressivo ensemble de cordas. É o parceiro ideal para criar música.