2as Maiores – à conversa com Gustavo Gonçalves

A música na minha vida tem toda a importância pois sem ela nada faria sentido...

gustavo_gonsalves_yamaha_artist

A música na minha vida tem toda a importância pois sem ela nada faria sentido, a música transparece muitas das vezes aquilo que estou a sentir e de certo modo transparece também o que me influência e onde me encontro.

YAMAHA: Como foi o teu primeiro contacto com a música?

GUSTAVO GONÇALVES: Desde miúdo que sempre lidei com a música muito presente, pois o meu irmão mais velho na altura já tocava e com bastante regularidade, foi fácil pois nasci no meio e foi só seguir as pisadas. Na altura ele frequentava a escola de música do Domingos Caetano onde já tocava com o mesmo, quando tive altura para chegar com os pés aos pedais como me diziam comecei a ter aulas com o professor Humberto Graça (Beto) no Cinema Topázio.

YAMAHA: Quais são as tuas maiores influências na música?

GUSTAVO GONÇALVES:Bom, é uma pergunta bem difícil pois gosto de tudo um pouco, sempre tive em mente ser um baterista que pudesse agradar a todos os estilos musicais pois gosto das diferentes cores de cada estilo.

Gosto bastante de Dave Weckl baterista esse que ouvi e continuo a ouvir bastante no meu dia a dia tal como Vinnie Colaiuta, Benny Greb, Neil Peart, Virgil Donati entre muitos outros. Basicamente gosto de seguir músicos de todos os estilos sem qualquer tipo de descriminação pois música bem feita é sempre bonita.

YAMAHA:Que importância tem a música na tua vida?

GUSTAVO GONÇALVES: A música na minha vida tem toda a importância pois sem ela nada faria sentido, a música transparece muitas das vezes aquilo que estou a sentir e de certo modo transparece também o que me influência e onde me encontro.

YAMAHA: Fala-nos um pouco dos projetos atuais?

GUSTAVO GONÇALVES: Neste momento encontro me a pré-produzir o meu primeiro EP a solo com um enorme leque de amigos que sairá para o ano. Com os IRIS lançamos recentemente o DVD da banda (IRIS Baladas), e estou também a gravar como músico de sessão com outros artistas, trabalhos esses que vão para a estrada este ano. Faço também o circuito de bares Algarvio onde me encontro num projeto novo que tem por nome Time Machine.

YAMAHA: Podes falar-nos um pouco sobre o material que estás a usar e porque escolheste Yamaha?

GUSTAVO GONÇALVES: Ui.. uma pergunta bem difícil pois sou super fã de bons instrumentos e bastou experimentar a primeira bateria Yamaha para algo em mim ter feito o clique na minha cabeça.

Escolhi a Yamaha Absolute Hybrid Maple porque faço vários serviços com bandas de diferentes estilos e é sem dúvida uma bateria muito versátil, quando saiu o set de aniversário contactei logo a marca pois sou super fã da Hybrid e fiquei completamente deslumbrado com o visual, bateria essa que uso para estudar e gravar, tem um som super controlado e tem uma resposta de graves completamente diferente, uma qualidade geral soberba.

A Live Custom foi uma opção que fiz para o dia a dia pois é uma bateria com uma projeção fora do normal e é super compacta, adoro o grave e a resposta da mesma pois o carvalho é completamente diferente de todas as outras.

A Manu Katche foi uma bateria que comprei para fazer um projeto especifico que se focava mais na hotelaria e como tal queria algo pequeno e com um som como só a marca sabe, não hesitei e arrisco-me a dizer que não tem qualquer problema em fazer frente a uma bateria de maiores dimensões.

Contudo não há amor como o primeiro e sem dúvida a de eleição é a Absolute Hybrid Maple Polar White, é engraçado que nós andamos sempre com um som na cabeça e eu encontrei o meu som e o meu instrumento, não me vejo tocar com outra bateria e fico assustado ao experimentar algo novo pois quando se encontra o nosso som acho que é um pouco impossível encontrar algo melhor.

Aliás eu sou bastante feliz com todas as famílias a que faço parte (Yamaha, Paiste e Protection Racket) e é sem dúvida um enorme prazer fazer parte delas.

YAMAHA: Alguma mensagem final aos jovens músicos?

GUSTAVO GONÇALVES: Sim, a mensagem que quero deixar aos jovens é bastante simples, sigam isto com amor e dediquem se à arte pois quem gosta e trabalha para isso mais cedo ou mais tarde recebe os frutos disso

Gustavo Gonçalves utiliza:

  • Bateria Yamaha Absolute Hybrid Maple
  • Bateria Yamaha Absolute Hybrid Maple 50º Aniversário
  • Bateria Yamaha Live Custom
  • Bateria Yamaha Junior Kit Manu Katché
  • Tarola Yamaha Pedro Barceló
  • Tarola Yamaha Absolute Hybrid Maple
  • Tarola Yamaha Live Custom
  • Módulo Yamaha EAD-10
  • Subkick Yamaha SKRM-100
  • Pratos Paiste
  • Estojos de Bateria Protection Racket
  • Hardware Yamaha
  • Monitores de Estúdio Yamaha HS-5
  • Monitores de Estúdio Yamaha HS-8s
  • Guitarra Elétrica Yamaha Revstar RS-720B
  • Equalizador Paramétrico Yamaha NE-1
  • Sintetizador Yamaha MX88

Siga-nos nas nossas redes sociais: