2as Maiores – à conversa com José Carlos Matos

A guitarra apareceu depois do piano, instrumento o qual começou a estudar aos 8 anos de idade… José Carlos Matos é um dos guitarristas mais conhecidos em Portugal.

José Carlos Matos guitarras Yamaha

José Carlos Matos desde muito cedo despertou o seu interesse pela música, desde logo pelo facto do seu pai ser músico (baterista de profissão).

Igualmente cresceu a ouvir Santana, George Benson, Queen e Earth Wind & Fire, e frequentemente assistiu aos concertos do seu pai. Aos 8 anos de idade JCM, começou a ter aulas de piano que possibilitaram-lhe adquirir conhecimentos mais relacionados com teoria musical.

Enquanto adolescente tocou piano em casa com o pai em ‘jams’. Porém foi quando descobriu a banda Europe que verdadeiramente interessou-se pela música, e em especial pela guitarra. A seguir começou a ouvir bandas como os Bon Jovi, Whitesnake, e a banda Van Halen (que particularmente mudou-o para sempre).

YAMAHA: Como foi o teu primeiro contacto com a música?

JOSÉ CARLOS MATOS: Segundo o que os meus pais me contam, já andava a acompanhar o meu pai nos concertos dele e por vezes dormia num berço ao lado do bombo da bateria. O contacto com música e os instrumentos foi logo desde a nascença.

Agora, desde que tenho memória das minhas primeiras experiências com a música, os momentos mais marcantes foram sem dúvida quando o meu pai me mostrou a música dos Earth, Wind & Fire, Santana e George Benson em longas sessões de escuta de música onde a colocação da agulha no vinil era um ritual mágico lá em casa. Tinha uns 6 ou 7 anos nessa altura.

YAMAHA: Quais são as tuas maiores influências na música?

JOSÉ CARLOS MATOS: Tenho vários mentores guitarristas que definiram a forma como ouço e toco música. Os mais importantes no rock são o: Eddie Van Halen, Steve Vai, Joe Satriani, Jeff Beck, Yngwie J. Malmsteen, Steve Lukather e Nuno Bettencourt. No Jazz contemporâneo: o Al Di Meola, John McLaughlin, Allan Holdsworth, Pat Metheny, Ralph Towner, George Benson, Scott Henderson e John Scofield. Quanto a bandas e artistas, existem muitos bons e que fazem parte da banda sonora da minha vida… mas, basicamente, gosto de toda a música com fortes indícios de qualidade.

YAMAHA: Que importância tem a música na tua vida?

JOSÉ CARLOS MATOS: Sinto que “a música” é que me escolheu na vida e nunca tive outra hipótese sequer. Corre nas veias e é essencial para mim! É tão importante como o ar que respiro.

YAMAHA: Fala-nos um pouco dos teus projetos atuais?

JOSÉ CARLOS MATOS: Atualmente estou como diretor musical dos projetos do Fernando Pereira e trabalho com o Nuno Feist em todo o género de projetos, desde musicais em Casinos e Auditórios a galas e programas de televisão com música ao vivo. Faço igualmente parte da banda AKUNAMATATA onde tocamos um pouco por Portugal inteiro e não só. É a banda que toca todos os fins de semana do ano e ajuda-me a manter em forma na guitarra. Faço periodicamente bandas sonoras para pequenos filmes e documentários, música original para artistas, trabalho de músico de sessão, workshops e Masterclasses de Guitarra Eléctrica, etc… Mantenho-me sempre ativo no meio de projetos criativos.

YAMAHA: Podes falar-nos um pouco sobre o material que estás a usar e porque escolheste Yamaha?

JOSÉ CARLOS MATOS: Uso várias guitarras da série Pacifica e a última Revstar feita à mão no Japão. Sinto-me confortável com estas séries e os instrumentos simplesmente não desafinam durante um espetáculo! Ter um instrumento fiável noite após noite é imprescindível para mim. A relação preço/qualidade é imbatível no seu segmento. O amp THR100HD passou a ir comigo para todo lado porque faz tudo o que preciso, mesmo nos ambientes mais exigentes, é fiável e não pesa nada. O UD-Stomp faz parte do meu som e anda sempre comigo, em TODOS os projetos .Estes produtos estão bem feitos e não me deixam ficar mal. Quando um artista sente confiança nas suas ferramentas, coisas fantásticas acontecem.

YAMAHA: Alguma mensagem final para os jovens músicos?

JOSÉ CARLOS MATOS: Escolham o que mais gostarem e apliquem-se a 200% nisso… serão brindados com uma vida cheia de coisas boas!

José Carlos Matos utiliza:

Guitarras:

  • Yamaha Revstar RSP20CR
  • Yamaha Pacifica 611HFM
  • Yamaha Pacifica 812V
  • Yamaha Pacifica 510V (2x)
  • Yamaha Pacifica 212V
  • Yamaha Pacifica 120H
  • Yamaha Pacifica 112VMX (2x)
  • Yamaha AE500
  • Yamaha CPX700II
  • Yamaha Silent Guitar SLG100N

Amplificador:

  • Yamaha THR100H Dual
  • Yamaha THRC212 (coluna)

Pedais:

  • Yamaha UD-Stomp
  • Yamaha Magic Stomp

Sistema Wireless:

  • Line 6 G50
  • Line 6 G30

Monitores de Estúdio:

  • Yamaha HS8

#2asMaiores